quinta-feira, 1 de janeiro de 2009

Paul Mauriat - 85 a 88 - Eletrônica

1985-86-87-88 – SINTETIZADORES:

Se funcionou bem com os temáticos Classics in the air (o pico máximo dessa fase), do mesmo tempo, não diria o mesmo das séries tradicionais. Ao mesmo tempo em que a tecnologia aumentava, uma crise capital se alastrava no mundo inteiro e os sintetizadores, midis, coisas assim, chegaram para o terror dos músicos de orquestra e de instrumentos até então pesados. Longe do pessoal do eruditismo, que sofreu também (mas que sempre teve seu público cativo), um susto. E eis que até mesmo os naipes de sopro foram suprimidos aqui, além de baixo e bateria, substituídos por sintetizadores horrorosos. Quero acreditar que essa foi uma decisão corporativa, relacionada a gravadoras e empresas do setor. Manter uma orquestra era por demais caro. Aliás, sempre foi. Dia desses, Nelsinho Motta disse que apesar de ser o sonho de qualquer artista tocar com uma orquestra era, hoje, totalmente inviável manter uma. Acredito. Além do mais, a comparação com as versões originais, muito populares, é inevitável. Talvez essa fase tenha vindo à reboque dos bem sucedidos Classics. Mas o objeto era diferente...
Arranjos como sempre mágicos, mas alguns timbres ficaram estranhos. Uma pena. Não aprecio muito essa experiência. Mas depois, no decorrer dos anos 90, como uma remissão, houve o retorno a sons bem mais interessantes. De qualquer forma, algumas coisas ficaram bem, como La mer e She. Dos lançamentos usuais, 1985 se diferencia da 'fase 86-88' pelo fato de não se reprimir tanto os naipes de sopro, a percussão e o baixo em detrimento da eletrônica. De resto, tudo bem, como sempre. Transparence dá o tom nesse ano, na minha concepção.
(capa meramente ilustrativa)

1985 - Alla Figaro
1985 - Canon
1985 - Danse Hongroise no.5
1985 - Hymne a la joie
1985 - La Traviata (Prelude)
1985 - Prelude en Do majeur
1985 - Reve d'amour (Liebestraum no.3)
1985 - Sonata Pathetique
1985 - Symphonie no.40 (Menuet) (3rd movement)
1985 - Toccata et fugue en Re mineur
1986 - 5e Symphonie (from Symphony No.5)
1986 - Aria (Air for the G string)
1986 - Badinerie (from Orchestral Suite No.2)
1986 - Carmen (Habanera)
1986 - Intermezzo
1986 - Rhapsodie Hongroise no.2
1986 - Windy

(capa meramente ilustrativa)

1987 - Cantata No.147 (Jesus, joy of man's desiring)
1987 - Carmen (Medley)
1987 - Divertimento
1987 - Fur Elise
1987 - Humoresque
1987 - Melody
1987 - Prelude (Asturias)
1987 - Symphony No.40 - 1st movement
1987 - The spring (1st movt.) - The four seasons
1987 - Zigeunerweisen
1988 - Aquarius
1988 - Cerisiers roses et pommiers blancs
1988 - La mer
1988 - La reine de Saba
1988 - Parlez-moi d'amour
1988 - Pearl fishers (Les pecheurs de pearls)
1988 - She (Tous les visages de l'amour)
1988 - Sous le ciel de Paris

Gilles Gambus e Serge Planchon em

Toccata et fugue en Re mineur, em um institucional; 1985

(clique na imagem para ver o vídeo)

Le barbier de Seville, também de 1985

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bem vindo!